Fórum Dos Leitores

04 Feb 2018 20:33
Tags

Back to list of posts

is?fK95NRXwuGOQ901G-4ggUMwnVR59S4v3mc-7PeNrYR0&height=214 Hoje os eleitores paulistanos comparecerão às urnas pra escolher teu próximo prefeito e os cinquenta e cinco vereadores. Cada um terá uma amplo responsabilidade, em visão das deploráveis condições de vida em nossa cidade. Trânsito caótico, agravado pelas más condições do nosso sistema de transportes, tal em quantidade como em qualidade, não há mais por que prosseguir aceitando essa situação. É muito dinheiro, diante da péssima atuação deles nesta legislatura, que, felizmente, está chegando ao final.Das cerca de 880 leis aprovadas, 73% correspondem à denominação de logradouros públicos, próprios municipais e datas e eventos comemorativos. E muitas são verdadeiras pérolas, como a que oficializa o hino de um concelho de Portugal, na região do Porto. Em sua publicação no DOC de 12/cinco/dezesseis foram incluídas a letra e a pauta do hino, republicados no dia seguinte, como errata.Metade destas leis foi sancionada não pelo prefeito, contudo pelo presidente da Câmara Municipal. Há várias legislaturas os prefeitos de São Paulo vêm declinando da "honra" de sancionar tais leis, entregando aos presidentes da Câmara, por motivos óbvios, a honraria. Outra característica dos atuais vereadores foi pegarem carona em projetos de lei propostos por seus pares, pedindo tua inclusão como proponentes. Modelo recente, a Lei 16.518, de autoria do vereador Salomão Pereira (PSDB), publicada no DOC de 23/7/16, em que aparecem como proponentes, além do autor, trinta e três vereadores de incontáveis partidos. Finalmente, os atuais vereadores - salvo raras exceções - não merecem a reeleição e caberá a qualquer um de nós impossibilitar que retornem à Câmara. Li, estarrecida, que os vereadores paulistanos trabalharam apenas 36 minutos no decorrer do mês de setembro. Impossibilita a retenção de líquidos Começar o dia tomando 1 xícara de chá de canela antes do café da manhã Massagear a boca dois colheres de sopa de salsinha picadaOlhando a notícia, penso em países construídos, onde vereadores não recebem salário, só querem tua cidade melhor (Suécia, França e Reino Unido, além de outros mais). É imoral o que acontece por aqui: um staff caríssimo, construída por servidores de carreira (concursados) e em comissão. Os dados são temíveis. Chama a atenção a vultosa quantia desembolsada pelos bolsistas. De duas, uma: ou os candidatos são "burros e alienados" ou duvidam da prática do TSE e do TCU no cruzamento de dados. Domina como é, né?Pode ser que um ou outro espertinho passe despercebido. Nestas eleições, qualquer coisa muito delicado vem ocorrendo: estão trocando marqueteiros por pistoleiros. Sexta-feira, logo cedo, a notícia de que o Monumento das Bandeiras e a estátua de Borba Gato haviam sido pichados. É revoltante a ausência de educação e respeito pela arte e cultura histórica paulistanas.Infelizmente, São Paulo está entregue às hordas. E vasto parcela da responsabilidade é da administração municipal, que incentivou as pichações na cidade, em locais que deveriam ser mantidos. A Prefeitura espalhou milhares de câmeras pelas ruas com o único intuito de fazer caixa, sem nenhuma aflição com a preservação da nossa História. Pense bem, paulistano, pela decisão de teu voto, hoje.São Paulo não merece a continuidade de administradores que não tenham comprometimento com a tua História. Desde os idos de 1970, no momento em que um tal de Juneca começou a pichar a cidade, não apareceu um prefeito apto de enfrentar pichadores. Por causa de pichar é crime: Lei n.º 9.605, de 12/2/1998, que "dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e oferece algumas providências. Art. 65. Pichar ou por outro meio conspurcar edificação ou monumento urbano: (Redação dada na Lei n.º doze.408, de 2011) Pena - detenção, de três (três) meses a 1 (um) ano, e multa.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License